Cordel Encantado volta às tardes da Globo em janeiro de 2019,no "Vale a Pena Ver de Novo" Cordel Encantado volta às tardes da Globo em janeiro de 2019,no "Vale a Pena Ver de Novo" | ANTENA CRÍTICA
Cordel Encantado volta às tardes da Globo em janeiro de 2019,no "Vale a Pena Ver de Novo" | ANTENA CRÍTICA
VALE A PENA VER DE NOVO

Cordel Encantado volta às tardes da Globo em janeiro de 2019,no “Vale a Pena Ver de Novo”

Por Pedro Rodríguez | 05/12/2018 | 11:58
Foto: Reprodução | Internet Cordel Encantado volta às tardes da Globo em janeiro de 2019,no “Vale a Pena Ver de Novo”
A novela de sucesso trouxe Bianca Bin e Cauã Reymond nos papéis principais.

A novela “Cordel Encantado”, das escritoras Duca Rachid e Thelma Guedes, vai voltar a ser exibida em janeiro, nas tardes da Globo. A informação foi confirmada pela emissora, que ainda não divulgou uma data precisa para a reestreia da trama ambientada no sertão nordestino.

A história, exibida originalmente como “novela das seis” em 2011, quebra uma série de reprises de novelas que foram exibidas originalmente às oito da noite, que começou com o sucesso “Senhora do Destino”, em março de 2017, e termina com “Belíssima” – que não acumula uma boa média geral em audiência e perde constantemente o primeiro lugar para o “Cidade Alerta”, da Record.

ENREDO

Ambientada no fim do século XIX, a novela contava a história de Açucena (Bianca Bin) e Jesuíno (Cauã Reymond), que se apaixonavam ainda quando eram crianças, e que na vida adulta sofriam com as armações do vilão Timóteo (Bruno Gagliasso) para separá-los, visto que este não media esforços para casar-se com a princesa de Seráfia, a qual havia sido criada como cabocla brejeira. Além disso, a trama trouxe um núcleo relacionado ao cangaço, que era chefiado pelo Capitão Herculano Araújo (Domingos Montagner).

No passado, Jesuíno e Açucena haviam sido entregues a pais adotivos e cresceram sem saber suas verdadeiras origens, sendo ela uma princesa prometida a Felipe (Jayme Matarazzo) e ele um filho de cangaceiro.

Depois de anos, Augusto Frederico Bourbon III, Rei de Seráfia do Norte (Carmo Dalla Vecchia) retorna a Brogodó e descobre por cangaceiros que só sua esposa morreu e que sua filha foi entregue por eles a um casal e que ela foi criada como mais uma sertaneja. Isso faz Virtuosa e Eusébio, os pais adotivos da princesa, ficarem muito apavorados com medo de perder Açucena para Augusto, pois eles sempre souberam qual era a origem dela. Açucena percebe e fica muito desconfiada porque os pais estão tão assustados com a chegada desse rei.

AUDIÊNCIA

A trama acumulou, ao longo de seus 143 capítulos, uma média geral de 25,9 pontos, tornando-se um sucesso na exibição original. Para 2019, a novela tem a missão de erguer para pelo menos 15 os 13,7 pontos da reprise de “Belíssima”, que é considerada um fracasso – apesar dos poucos cortes na edição – e supera até mesmo a baixa audiência de “Celebridade”, que teve 13,8 pontos de média.

Comentários


NOVELAS
Globo faz pedido inusitado ao elenco de “O Sétimo Guardião”
SOLIDARIEDADE
Kel Monalisa promove Show Beneficente em prol o Natal da LBV
DINHEIRO
PIS-Pasep: Caixa Econômica começa pagamento de abono para nascidos em dezembro
DISCUSSÃO
Kefera Buchmann bate boca com rapaz da plateia do programa de Fátima Bernardes
COMEMORAÇÃO
Pool Party anima aniversário de 3 anos da Festa SANTA neste sábado (15)