Maceió Rosa: saiba como contribuir com entidades Maceió Rosa: saiba como contribuir com entidades | ANTENA CRÍTICA
Maceió Rosa: saiba como contribuir com entidades | ANTENA CRÍTICA
CONSCIENTIZAÇÃO

Maceió Rosa: saiba como contribuir com entidades

Por Redação | 01/10/2018 | 23:05
Foto: Reprodução | Internet Maceió Rosa: saiba como contribuir com entidades

Você sabe o que pode fazer para ajudar o Grupo Mama Renascer, a Casa Rosa e a Rede Feminina de Combate ao Câncer? As três entidades participam do Maceió Rosa, campanha da Prefeitura de Maceió que, desde 2014, alerta a população sobre a necessidade da prevenção e o diagnóstico precoce da doença.

Se você tem boa vontade e tempo disponível então já pode arregaçar as mangas e ampliar a força de trabalho. Segundo Nadja Reis, do Grupo Mama Renascer, toda ajuda é bem-vinda. “Precisamos de material de curativo e cestas básicas, que serão distribuídos entre algumas associadas mais carentes. Também necessitamos da doação de roupas, calçados, bijuterias, brinquedos e utensílios domésticos em bom estado, que serão vendidos no nosso bazar. Ele, aliás, é a nossa principal fonte de renda para o pagamento de todas as despesas e investimento nas ações sociais. Lojas que fazem liquidação, por exemplo, poderiam fazer uma parceria conosco e reservar 10% das vendas de dois dias para o trabalho da ONG. Os dois lados sairiam ganhando”, disse.

A necessidade de voluntários que tenham mais do que tempo livre para doar está entre as necessidades mais urgentes listadas pelas entidades. “Precisamos, no dia a dia, de pessoas que doem mais do que tempo, doem seus talentos. Pensamos em estudantes ou aposentados com experiência na realização de projetos, pois temos muitas dificuldades com isso. Pessoas das áreas de publicidade e gestão”, destaca Naydja.

Na Casa Rosa, localizada no bairro da Ponta Grossa, mão de obra voluntária especializada também pode melhorar o atendimento das mulheres acolhidas. “Materialmente, estamos precisando de fraldas e alimentos, pois têm aparecido algumas demandas com essas necessidades. Mas também precisamos de voluntários. Pessoas que nos ajudem a desenvolver projetos com essas mulheres, para que elas possam fazer algum trabalho manual e gerar renda”, diz a coordenadora da entidade, Myrtha Jeane.

A Rede Feminina de Combate ao Câncer foi reativada em 2001 e sempre contou com o auxílio de voluntárias. Atualmente, das 120 cadastradas, pouco mais de 80 atuam diariamente. “Por conta de idade ou problemas de saúde, muitas precisaram se afastar. Hoje, buscamos fazer uma renovação dessa mão de obra. Diariamente, oferecemos 800 lanches na Santa Casa de Maceió e formamos equipes que se revezam. Quem está como voluntária da nutrição, por exemplo, só trabalha um dia da semana, de manhã ou à tarde. Mas temos um leque de opções para quem quer nos ajudar”, conta Eliane Machado.

“O voluntariado tem um poder transformador. As instituições parceiras do Maceió Rosa são a prova disso. Ao longo dos anos, homens e mulheres têm doado seu tempo para auxiliar quem precisa de informação, de carinho ou de amparo financeiro, com ações que fazem toda a diferença. O que precisamos é de voluntários que vistam a camisa do Maceió Rosa durante todo o ano, e reforcem, com seu tempo e seus talentos, o trabalho de combate ao câncer de mama Procurem a sede das instições e ajudem”, convida a primeira-dama e coordenadora do Maceió Rosa, Tatiana Palmeira.

Comentários


HORÓSCOPO DE HOJE
Horóscopo de hoje, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 para o seu signo
LOLLAPALOOZA 2019
Kings of Leon é confirmado no Lollapalooza 2019
PROCESSO
Fernanda Lima processa Eduardo Costa após ofensas em rede social
ROMANCE
Rebeca Abravanel, filha de Silvio Santos, está ficando com Alexandre Pato
RECEITAS
Aprenda a fazer um delicioso frango aos quatro queijos nessa terça-feira.