O que esperar do filme "A Casa do Medo: Incidente em Ghostland" O que esperar do filme "A Casa do Medo: Incidente em Ghostland" | ANTENA CRÍTICA
O que esperar do filme "A Casa do Medo: Incidente em Ghostland" | ANTENA CRÍTICA
CINEMA

O que esperar do filme “A Casa do Medo: Incidente em Ghostland”

Por Redação | 18/10/2018 | 19:44
Foto: Reprodução | Internet O que esperar do filme “A Casa do Medo: Incidente em Ghostland”

Hoje (18), chega aos cinemas A Casa do Medo: Incidente em Ghostland, o novo filme distribuído pela Paris Filmes.

O filme conta a história de Pauline que herda uma casa de sua tia e decide morar lá com suas duas filhas, Beth e Vera. Mas, logo na primeira noite, o lugar é atacado por violentos invasores e Pauline faz de tudo para proteger as crianças. Dezesseis anos depois, as meninas, agora já crescidas, voltam para a casa e se deparam com coisas estranhas.

A trama surpreende, pois vai além de uma história de espíritos e bonecas demoníacas, é um longa violento, perturbador e brutal, que nos manter retorcidos com sequências repletas de tensão. O terror se dá por conta do sofrimento e da situação assustadora que as irmãs passam, isso sem contar os jump scares.

A forma como o roteiro trabalha o terror psicológico em cima da protagonista é interessante para o desenvolvimento do filme . Crystal Reed vive a versão mais velha de Beth, e vai muito bem ao expressar todo o medo e pânico que sua personagem está vivendo durante o filme. Uma boa atuação. As jovens Emilia Jones e Taylor Hickson tomam conta da maior parte do filme e vão bem ao sofrer um horror agonizante. A dupla funciona bem tela.

Tanto a premissa como a forma que a narrativa se desenrola, são muito simples. O diretor conseguiu ambientar bem o cenário aterrorizante, mas tem dificuldades no desenvolvimento de um roteiro raso.

Apesar de ter sido recebido de forma mista pelos críticos, o que mais chamou atenção foram as polêmicas em torno do filme. Durante as gravações, a jovem atriz Taylor Hickson ficou gravemente ferida ao atravessar uma porta de vidro, e o seu rosto ficou desfigurado. Posteriormente, a atriz chegou a processar a produtora do filme. Além disso, o diretor Pascal Laugier foi acusado de misoginia e transfobia por causa de alguns elementos usados como artifício no desenvolvimento da trama. Considerando o histórico do diretor e todas as polêmicas envolvendo a produção, era inevitável esperar por algo absolutamente chocante. O mais surpreendente, no entanto, é que ‘A Casa do Medo: Incidente em Ghostland’ não passa de um filme de terror comum.

De modo geral, A Casa do Medo: Incidente em Ghostland é um bom suspense com pitadas de terror e momentos que vão te deixar tenso na cadeira.

Confira o trailer:

Comentários


RUMORES
Acabou? Simone e Simaria teria demitido 15 funcionários
HORÓSCOPO DE HOJE
Horóscopo de hoje: confira a previsão de terça 18/12 para seu signo
ESTILO
Reserva e New Balance lançam coleção inspirada nos horários clássicos que os cariocas fazem esporte
SE ATUALIZE
Confira as novidades da semana da Netflix
OPINIÃO
Passagem de ônibus pode chegar à R$ 4,15 em Maceió