FGTS: cerca de 40% dos trabalhadores ainda não retiraram o complemento do saque imediato | ANTENA CRÍTICA
FGTS

FGTS: cerca de 40% dos trabalhadores ainda não retiraram o complemento do saque imediato

Por Extra | 22/01/2020 | 09:17
FGTS: cerca de 40% dos trabalhadores ainda não retiraram o complemento do saque imediato

A Caixa Econômica Federal (CEF) informou nesta terça-feira que pagou mais de R$1,5 bilhão relativo ao valor do saque- imediato complementar de contas FGTS que tinham saldo de até R$ 998 na conta vinculada. Ao todo, cerca de 5,8 milhões de trabalhadores já foram contemplados. O contingente representa 58% dos 10,2 milhões que têm direito ao complemento. Ou seja, outros 42% trabalhadores ainda não retiraram o dinheiro. Segundo, a Caixa o total de recursos disponíveis chega a R$ 2,6 bilhões.

O saque imediato do FGTS já pagou mais de R$ 26,9 bilhões para cerca de 58 milhões de trabalhadores, mas 31 milhões de pessoas ainda não retiraram seu dinheiro. O número representa cerca de 60% dos 96 milhões de trabalhadores contemplados que podem retirar R$ 42,6 bilhões previstos.

O saque- imediato do FGTS poderá ser feito até o dia 31 de março. Após este prazo, o trabalhador só conseguirpa sacar recursos do Fundo de Garantia nas condições previstas em lei, como demissão sem justa causa, compra da casa própria, entre outras. O prazo limite de 31 de março vale tanto para o saque de até R$ 500 quanto para o valor extra de até R$ 998 no caso dos trabalhadores que sacaram ou não os primeiros R$ 500. Caso o saque não seja feito até a data, os valores retornam para as contas do FGTS, com a devida atualização monetária e juros correspondentes ao período em que estiveram disponíveis para saque.

Os clientes da Caixa que possuem conta poupança e não quiserem fazer a retirada do dinheiro têm até o dia 30 de abril para informar ao banco que preferem manter o dinheiro no Fundo de Garantia. Nesse caso, mesmo que o crédito tenha sido feito na conta, a Caixa tem até 60 dias para retornar os valores para a conta vinculada de FGTS.

Saque de R$ 998

Em dezembro, o governo sancionou a lei aprovada no Congresso que autorizava o aumento no valor do saque-imediato de R$ 500 para R$ 998 para os trabalhadores que possuíam até um salário mínimo na conta vinculada do Fundo de Garantia no dia 24 de julho de 2019, data da publicação da Medida Provisória (MP) que instituiu o pagamento do saque -imediato.

A Caixa liberou o complemento do saque a partir do dia 20 de dezembro para todos os trabalhadores, incluindo aqueles que já haviam sacado os R$ 500.

Comentários


PREVISÃO
Vai chover em Salvador no Carnaval? Confira a previsão para essa sexta-feira (21)
PREVISÃO DO TEMPO
Vai chover no Rio de Janeiro no Carnaval? Confira a previsão para essa sexta-feira (21)
CARNAVAL 2020
Vai chover em São Paulo? Confira a previsão para essa sexta-feira (21)
COMBINA COM O CARNAVAL
Proibidão 150 BPM; veja como preparar o drink
AGENDÃO
Carnaval em Maceió; confira onde curtir de amanhã à terça (25)