Liniker e os Caramelows celebram aniversário de 25 anos do Rec-Beat | ANTENA CRÍTICA
CARNAVAL 2020

Liniker e os Caramelows celebram aniversário de 25 anos do Rec-Beat

Por Redação | 01/02/2020 | 20:53
Divulgação Liniker e os Caramelows celebram aniversário de 25 anos do Rec-Beat

A banda Liniker e os Caramelows chega ao Rec-Beat deste ano com o elogiado show do disco Goela Abaixo, um dos trabalhos mais aclamados da música popular brasileira no ano passado. A apresentação terá a chancela “Frei Caneca FM Convida“, uma parceria do festival com a emissora pernambucana e a Prefeitura do Recife, como parte das celebrações dos 25 anos do evento.

O Rec-Beat acontece entre os dias 22 a 25 de fevereiro no Cais da Alfândega durante o Carnaval do Recife e tem entrada gratuita. Além de Liniker já foram anunciados Josyara, Ana Frango Elétrico, Hot & Oreia e Flaira Ferro. O evento este ano também terá uma edição especial em Caruaru, no dia 15 de fevereiro.

A presença de Liniker na comemoração dos 25 anos do Rec-Beat é bem especial. A cantora e compositora fez sua primeira participação em festivais no Rec-Beat 2016, num dos shows mais memoráveis do evento, e meses antes de lançar o seu disco de estreia, Remonta, que a colocaria como um dos principais destaques na nova cena pop brasileira.

O novo trabalho da artista chega inspirado pela musicalidade do Nordeste da África e também da América Central, sem, contudo, tirar os pés do Brasil. Neste novo registro, a banda buscou mais organicidade e experimentação, o que incluiu uso de instrumentos como um órgão etíope, participação especial das cantoras ganenses Florence Adooni e Lizzy Amaliyenga, além de um coro de vozes bem incrível formado por nomes como Josyara, Tássia Reis e Juliana Strassacapa, entre outras.

Goela Abaixo é um ato de coragem ancestral unido com a urgência de falar e pôr para fora os sabores”, diz Liniker. Goela Abaixo é um disco que vem da urgência de dizer o que precisa ser dito. “É sobre dividir as partes do devir e alçar voos maduros e seguros. É sobre o corpo em movimento, é sobre gritar e respirar junto”, define a artista. 

Liniker e os Caramelows são: Liniker Barros (voz), Rafael Barone (baixo), Pericles Zuanon (baterial), William Zaharanszki (guitarra), Renata Éssis (backing vocal), Marja Lenski (percussão), Fernando TRZ (teclados) e Éder Araújo (saxofone).

Frei Caneca FM Convida

O Rec-Beat iniciou mais uma parceria  com a Frei Caneca FM, a rádio oficial do festival. Duas atrações do aniversário de 25 anos terá a assinatura “Frei Caneca FM Convida”. A rádio pública do Recife traz em sua programação debates, entrevistas e, claro, muita música boa, com destaque para o melhor da cena pernambucana e brasileira. O dial no Recife é 101,5FM mas também é possível ouvir pela internet no www.freicanecafm.org. A parceria Rec-Beat 2020 e Frei Caneca FM tem apoio da Prefeitura do Recife.

Atrações confirmadas

O Festival Rec-Beat 2020 já divulgou quatro nomes para sua edição comemorativa de 25 anos. A primeira foi a cantora, compositora e violonista baiana Josyara, que apresenta no festival faixas de seu aclamado disco, Mansa Fúria. Ana Frango Elétrico, artista e instrumentista carioca leva ao Carnaval do Recife seu elogiado Little Electric Chicken Heart, um dos mais elogiados trabalhos da nova música popular brasileira. Na programação também estão Hot & Oreia, dupla revelação do rap brasileiro e Flaira Ferro, cantora e compositora recifense que lança no festival seu novo disco, Virada na Jiraya

25 anos de Rec-Beat

Criado em 1995, o Rec-Beat é hoje um dos mais importantes festivais de música do Brasil. Idealizado e produzido por Antonio Gutierrez, o Gutie, o evento construiu ao longo desses 25 anos uma história de sucesso e relevância, sobretudo pelo seu interesse em incentivar e dar visibilidade às diferentes sonoridades da música brasileira e internacional, com destaque para a presença afro-latino-americana. 

Ao longo de sua história, não só acompanhou lado a lado todas as transformações da música local e nacional como foi um dos agentes dessas mudanças. Do manguebeat ao carimbó, passando pela eletrônica, jazz, rap, rock e brega-funk, o festival sempre celebrou a diversidade cultural que está no cerne do Carnaval da cidade.

O palco do Rec-Beat sempre busca proporcionar uma experiência inesquecível ao público ao propor o encontro de diferentes tribos, classes sociais, gênero, gerações, em um espaço democrático, livre e aberto a todo mundo. O Rec-Beat é hoje como um dos epicentros da efervescência do Carnaval do Recife.

A programação traz nomes nacionais e internacionais no já tradicional palco no Cais da Alfândega, sítio histórico da cidade, além de realizar atividades ao longo do ano e palcos especiais em outras cidades (Caruaru, Fortaleza, João Pessoa e São Paulo, entre outras, já receberam edições do Rec-Beat). 

O Festival Rec-Beat é uma realização Rec-Beat Produções com patrocínio Prefeitura do Recife e Cepe, incentivo Funcultura – Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura e Governo de Pernambuco, apoio Copergás, Consulado Geral da França para o Nordeste em Recife, Instituto Francês do Brasil, Consulado Geral da República Federal da Alemanha em Recife, Paço Alfândega e Pitú. 

Comentários


VIOLOU REGRAS
Twitter apaga posts de Bolsonaro após violar regras de conteúdos contra informações de saúde pública
BBB20
Broxou ou não? Daniel esclarece polêmica do BBB20
CORONAVÍRUS
Bebê de menos de um ano de idade com Covid-19 morre nos EUA
COVID-19
Morre a atriz e diretora de teatro, com suspeita de coronavírus
SAÚDE
5 exercícios que você pode fazer em casa em tempos de quarentena