Após críticas por causa de preço alto, Osklen deixa de vender máscaras de proteção | ANTENA CRÍTICA
POLÊMICA
>

Após críticas por causa de preço alto, Osklen deixa de vender máscaras de proteção

Por Redação | 06/05/2020 | 23:20
Foto:Reprodução / Instagram Após críticas por causa de preço alto, Osklen deixa de vender máscaras de proteção

Em meio à pandemia global do novo coronavírus, a grife carioca Osklen começou a vender máscaras de proteção, e o preço foi extremamente criticado na internet.

Na campanha chamada Respect & Breathe, a Osklen vendia kit com duas máscaras de proteção por R$ 147. Nas descrições, a Osklen destacava que as peças eram “produzidas bravamente” por costureiras no período de isolamento social.

Feitos de algodão, os produtos nasceram em parceria com o Instituto-E. As opções incluíam estampas coloridas. Depois de muitas reclamações na internet, os itens foram retirados do e-commerce. A cada pack vendido até o fim de maio, a marca doaria uma cesta básica

Nas redes sociais, usuários se mostram indignados. Alguns apontaram que a label poderia ter desistido dos lucros, enquanto outros enfatizaram a importância de comprar de pequenos produtores. Teve até quem destacasse os números alarmantes de vítimas da Covid-19.

Uma das pessoas que criticaram a iniciativa foi o humorista Rafinha Bastos. Em vídeo, ele chama os funcionários da Osklen de “arrombados”. “É impressionante que em um momento como este, de epidemia, em que a gente imagina que as pessoas vão reavaliar suas prioridades e que esse tipo de absurdo não vai acontecer, acontece! E as marcas conseguem tirar dinheiro dos mesmos trouxas que não aprendem, porque com certeza imbecis compram”, disparou o comediante.

No Instagram, a marca falou sobre o valor do kit. “Não abrimos nossos números, mas dada a curiosidade gerada pela nossa iniciativa, resolvemos compartilhar com vocês o fato de que com o pack vendido a R$ 147, a empresa terá menos de 7% de lucro, exatamente R$ 11″, assinalou a etiqueta.

“A Osklen entende que usar máscaras neste momento é importante e quer levar aos seus clientes mais uma opção com peças funcionais, com design e qualidade”, completou o comunicado. No entanto, a publicação também foi apagada.

Após toda polêmica, os produtos foram retirados do site.

Comentários


FAMOSOS
Monica Iozzi revela que irmã pegou coronavírus e reage contra empresa
FAKENEWS
É falso que suco de inhame com água de coco e maçã cure o coronavírus
CORONAVIRUS
Brasileiros participarão de testes de vacina contra coronavírus da Universidade de Oxford
DESCOBERTA
Arqueólogos encontram mais antigo e grandioso monumento da civilização maia
FAMOSOS
Pyong Lee abre o jogo sobre amizades com brothers fora da casa