Reajuste na tarifa do transporte intermunicipal fica para 2021 | ANTENA
ALAGOAS
>

Reajuste na tarifa do transporte intermunicipal fica para 2021

Por Addison Couto e Patrícia Mendonça | 26/06/2020 | 09:21
Foto: Muller Peixoto/Reprodução Reajuste na tarifa do transporte intermunicipal fica para 2021
Tarifa de ônibus interestadual não sofrerá reajuste em 2020

O conselho executivo da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), formado pelo diretor-presidente, Ronaldo Medeiros, e as diretoras Camilla Ferraz, Eulalia Moraes e Patrícia Medeiros, aprovou por unanimidade de votos, em reunião ordinária do Colegiado realizada por videoconferência nesta quinta-feira, 25, uma série de medidas que irão beneficiar os mais de 1.300 empresários do Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado nas categorias complementar e convencional.

Com a aprovação da minuta de resolução, que deve ser publicada na edição do Diário Oficial desta sexta-feira, 26, a Arsal suspendeu o reajuste na tarifa do transporte rodoviário que por lei deveria ser realizado ainda este ano, mas com o cenário atual a revisão foi prorrogada para 2021; Outra medida foi a suspensão dos prazos recursais para apresentação de defesa prévia, recursos e pedidos de reconsideração aos autos de infração vencidos a partir de 23 de março deste ano, e outros que vencerão partir da data de publicação desta Resolução, até o dia 31 de julho de 2020; prorroga também a vida útil dos veículos que compõe o Sistema de Transporte complementar pelo prazo de 180 dias, contados a partir da data de publicação do documento.

Além da prorrogação por 3 meses, da obrigatoriedade para a troca da faixa antiga pelo novo layout do transporte intermunicipal. A renovação dos contratos de permissão concedidos nas licitações Angesp n° 009/2009 e Arsal n° 001/2013, também foi prorrogada para até o dia 30 de dezembro deste ano, e, por fim, suspende pelo período em que perdurar as medidas de restrições no Estado o prazo de validade das autorizações provisórias concedidas para operação do serviço complementar de transporte.

Para o diretor-presidente da Nova Arsal, a ação faz parte do pacote de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus que vinham sendo analisadas pelo governo e Arsal. “A decisão foi tomada pensando principalmente nas famílias e na economia que vivemos. Após algumas reuniões com o governador, — que sempre se mostrou preocupado com a classe —, e a categoria por meio do sindicato dos transportadores complementares (Sintracomp/AL), aprovamos, hoje, mais estes benefícios.

Mais ações

Desde o 1º decreto que proíbe o transporte de passageiros a nível intermunicipal — 19 de maio — , a Arsal tem se reunido com lideranças da categoria e ouvido às reivindicações. De início, foram doadas pelo Governo de Alagoas à pedido da Agência, cerca de 5 mil cestas básicas, em dois meses, para às famílias desses trabalhadores. 

Outro pedido da classe é a linha de crédito que a Arsal conseguiu, por meio da Desenvolve Alagoas, com juros baixíssimos para os permissionários do transporte complementar. O valor disponível é de R$ 5 a 10 mil, para empréstimos individuais e em grupo, e a carência é de seis meses; a partir de 1º de julho o financiamento já estará disponível.

Comentários


LUTO
Quino, cartunista argentino criador de Mafalda, morre aos 88 anos
ESPECIAL
Rádio Aparecida abre Mês Missionário com transmissão, ao vivo, pelas redes sociais
DIA DAS CRIANÇAS
Parque Shopping presenteia clientes com Kit Tie Dye
CRISE
Ivete Sangalo revela crise no casamento durante pandemia
HORÓSCOPO HOJE
Horóscopo de Hoje: Previsão do dia para os signos, 01 de Outubro de 2020